Reporter Iedo Ferreira
Reporter Iedo Ferreira
   00:00:00
Pelo menos 100 famílias estão desabrigadas em Bom Retiro Postado em: 21 set 2013 | 311 visto

Bom Retiro, na Grande Florianópolis, registra pontos de alagamento (Foto: Fabricio Pereira/Arquivo pessoal)Em Bom Retiro, na Grande Florianópolis, várias áreas estão alagadas (Foto: Fabricio Pereira/Arquivo pessoal)

A chuva que cai em Santa Catarina desde sexta-feira (20) preocupa as equipes da Defesa Civil dos municípios da Grande Florianópolis. Pelo menos 100 famílias estão desabrigadas em Bom Retiro e uma família está desalojada em Biguaçu. Segundo a Defesa Civil, havia pontos de alagamentos em Palhoça e também na capital, onde a situação mais preocupante é com as comunidades que integram o maciço do Morro da Cruz.

Segundo Vilmar José Peixer, secretário de obras do munícipio de Bom Retiro, no município pelos menos 100 famílias estão desabrigadas devido às chuvas e foram encaminhadas para o ginásio de esporte da cidade.

Nesta madrugada uma residência ficou comprometida com um deslizamento de terra no bairro Bom Viver, em Biguaçu. Segundo os bombeiros do município, a família, de quatro pessoas, está alojada na casa de uma vizinha. Em virtude de várias obras de calçamento no local, há risco de mais desmoronamentos que podem comprometer outras residências na região.

Até as 12h, em Florianópolis, havia pontos de alagamentos nos bairros do Campeche e Ingleses, mas a água não invadiu as casas. “Estamos em estado de atenção. A partir das 12h será o período mais crítico, entraremos numa nova etapa. A situação mais preocupante é no maciço do Morro da Cruz. Provavelmente vai ocorrer deslizamento porque está chovendo muito e o solo já está úmido”, diz Luiz Eduardo Machado, técnico da Defesa Civil de Florianópolis. As equipes da Defesa Civil podem se reunir a qualquer momento durante a tarde, dependendo das ocorrências que podem vir a acontecer.

Segundo Machado, a Defesa Civil vem trabalhando com ações preventivas nas áreas mais suscetíveis, com muros de contenção, e com lonas nos trabalhos imediatos. Inicialmente há pelo menos 50 vagas em um abrigo, no bairro Agronômica, e conselhos comunitários e igrejas estão em atenção no caso de precisar oferecer mais vagas.

Quatro bairros de Palhoça têm ruas alagadas (Foto: Edsoul/RBS TV)Quatro bairros de Palhoça têm ruas alagadas
(Foto: Edsoul/RBS TV)

Em Palhoça, há pontos de alagamentos nos bairros do Pontal, Frei Damião e Caminho Novo, mas nenhuma família foi afetada. Segundo a Defesa Civil do município, a situação mais preocupante é no bairro Bela Vista, onde quatro casas podem cair caso haja desmoronamento de terra. De acordo com Paulo Machado, agente operacional da Defesa Civil de Palhoça, as famílias foram orientadas a deixar o local, mas se recusaram a ir para abrigos. A Faculdade Municipal de Palhoça e um ginásio possuem aproximadamente 60 vagas, caso alguma família precise sair de suas casas.

G1